domingo, julho 19, 2009

AI RIO NÃO TE QUEIXES, AI QUE O SABÃO NÃO MATA

Esta novela mexicana da gripe está a produzir efeitos colaterais muito positivos: nunca vi tanto homem preocupado com a lavagem das mãozinhas.

Vai buscar, Hygiene Council.

6 comentários:

peciscas disse...

Isto é que é audiência!

Jardineiro disse...

Ena, isto parece um "Sodoma vs. Gomorra"...

Manuel Cardoso disse...

Há dias alguém dizia a brincar que era mais seguro dar dois beijinhos do que um aperto de mão. A brincar, a brincar, isto é mais sério do que parece: está provado que grande parte dos portugueses são suficientemente "badalhocos" para não lavar as mãos depois de fazer "xixi". Depois, são esses energúmenos que nos estendem a mão para o "bacalhau" da praxe. Não sei se não seria melhor pregar-lhe logo dois beijinhos. É que eles, possivelmente, também não lavam a cara, no entanto não usam a face para segurar o "coiso" quando urinam...
Deve ser por isso que eu vejo o Paulo Portas a distribuir beijinhos nas feiras e raramente a dar "bacalhaus"... esperto, hem?
Seja como for, e pensando melhor, sempre é preferível correr o risco de apanhar a gripe do que andar aos beijos ao meu vizinho, por exemplo... Hurggg...

Pedro M. disse...

A questão aqui é : quais serão as doenças infecto-contagiosas que poderemos eventualmente apanhar ao dar dois beijinhos na face de um desses portugueses ou estrangeiros que não lavam as mãos.
É quase que uma escolha entre o H1N1 ou, no minimo, uma infecçãozita bacteriana ou algo do género.

Anónimo disse...

Olá,
Parabéns pelo seu blogue. Eu também adoro fazer sátira em jeito de humor, visite o meu blogue onde regularmente vou postando crónicas humorísticas sobre a actualidade:

interjeicoes.blogspot.com

Abraço.

Ana disse...

Isso lavem bem as mãos! Mas e era preciso aparecer este alarme todo sobre a pandemia para haver higiene por parte de todos? Lavem-se que a água nunca fez mal a ninguém lol Até parece a idade média em que os banhos "eram quando o rei fazia anos" lol

Baú